Redes Sociais:

RSS:

  • Assine nosso Feed

10 Curiosidades Sobre Perfumes

1. Para obter apenas 1 quilo de essência de jasmim, são necessários 600 quilos de flores, que devem ser colhidas ao amanhecer.

jasmim-carolina-trepadeira

2. Acredita-se que os primeiros perfumes foram desenvolvidos pelos antigos egípcios. Nos banquetes dos faraós, costumava-se derreter uma espécie de gordura perfumada sobre a cabeça dos convidados.

egito-perfumaria00

3. Os perfumes mais vendidos do mundo atualmente são Angel (da Thierry Mugler), Light Blue (Dolce & Gabbana), J’Adore (Dior), Coco Mademoiselle (Chanel) e o campeão absoluto, o Chanel Nº 5.

chanel-560x315

4. A Demeter Fragrance Library é uma empresa especializada em perfumes exóticos. E bota exótico nisso! São perfumes com odores como algodão-doce, brownie, pizza, bolo de aniversário, giz-de-cera, chuva e até maconha.

demeterperfm

5. A maioria absoluta dos perfumes que existem no mundo é produzida por apenas 400 pessoas. Elas fazem parte de um grupo seletíssimo apelidado de “true noses“, ou seja, de pessoas treinadas para identificar odores.

como-se-faz-um-perfume-137148550068-560x293

6. Em Roma, as pessoas costumavam borrifar perfume nas paredes das casas para que o ambiente ficasse mais agradável.

roma_0_0-560x264

7. O treinamento de um perfumista pode levar anos. Num dos testes a que é submetido, ele é obrigado a identificar uma nota com 250 fragrâncias (todas!).

Perfume10_0

8. A água-de-colônia recebeu esse nome porque foi inventada na cidade alemã de Köln (Colônia), nas margens do rio Reno.

AguadeColonia1-560x373

9. A eau de toilette (ou água de banho) possui de 5% a 15% de essência dissolvida em álcool, dura em torno de 3 horas. Já a eau de parfum (água de perfume) contém de 15% a 20% de essência pura, dura até 8 horas. Já o perfume propriamente dito, possui mais de 20% de essência e pode durar 24 horas.

mens-fragrance-guide-560x187

10. O Chanel Nº 5 recebeu esse nome porque foi a quinta fragrância testada pela estilista Coco Chanel antes do lançamento do perfume.

 

Elsa Shiaparelli e sua moda surreal

Você está se achando moderninha com o seu sapato Oxford de sola tratorada? Pois saiba que tudo o que se usa agora é muito boring perto da moda que Elsa Shiaparelli criou. Ela trouxe o surrealismo para a moda e depois dela nada foi o mesmo em matéria de modelagem. Ela foi a criadora da moda surreal.

elsa-schiaprelli-moda-surreal-surrealismo-surrealista

Como sabemos, a Chanel não precisava de uma breve biografia, já a Elsa Schiaparelli, vulgo Shiapa para os amigos e entendidos, embora conhecida por muitos, não teve a mesma fama de Chanel. Então vamos nos estender em uma mini biografia, merece dar uma lida!

Nascida em Roma no apartamento de sua família no Palazzo Corsini, Schiaparelli, por sua própria conta, era uma criança difícil que irritava nos encontros e não tinha quem a controlasse nos eventos sociais e familiares. Sua liberdade pessoal era imensa, mesmo quando adulta e essa liberdade acabou sendo expressa em seus projetos pessoais.

elsa-schiaprelli-moda-surreal-surrealismo-surrealista 1

Vestido Musical de 1939

elsa-schiaprelli-moda-surreal-surrealismo-surrealista 1a

Em criança, ela era propensa a travessuras que muitas vezes geravam consequências nos adultos. Conforme relatado em sua autobiografia, uma vez ela fez uma arruaça, por ter sido proibida de comparecer a um jantar oferecido por seu pai, como retaliação ela abriu um frasco cheio de pulgas sob os convidados, o que desencadeou uma comichão entre todos os infelizes, antes que fugissem da cena.

elsa-schiaprelli-moda-surreal-surrealismo-surrealista 2

Inverno 1937-38 – feito de seda, metal, couro e plástico

Ansiosa por evitar a pressão paterna para se casar com um aristocrata russo, Elsa aproveitou uma oportunidade para cuidar de crianças em Londres em 1913, deixando Roma para trás para sempre. No ano seguinte, ela se casou, impulsivamente, com um polonês-suíço que a ensinou misticismo espiritual poucos dias depois de seu encontro. Depois de dois anos em Nice juntos, o casal se mudou para os EUA, onde Elsa permaneceria durante os próximos seis anos. Depois de dar à luz sua única filha em 1920, ela se separou de seu marido e trabalhou em vários empregos para se sustentar até se mudar para Paris em 1922.

elsa-schiaprelli-moda-surreal-surrealismo-surrealista 3

Terno feminino 1939

Em sua viagem de 1916 à América, o encontro casual com Gabrielle Picabia, esposa do pintor dadaísta Francis Picabia, desenvolveu-se em uma forte amizade que acabou levando ao envolvimento de Schiaparelli com os defensores do Movimento Surrealista em Arte e depois conheceu um renomado estilista revolucionário em moda; Paul Poiret. Em 1924, Elsa fazia roupas para ela e seus dois amigos íntimos. Poiret notou seu estilo de alfaiataria e foi o primeiro a encorajá-la à costura como uma saída para suas próprias inclinações artísticas. Estava dado o primeiro passo para que Schiaparelli criasse a moda surreal.

Depois de vários anos desenhando e vendendo suas peças como freelancer, ela abriu um pequeno ateliê em 1927 na Rue de l’Université e conquistou os mundos da moda européia e americana com suas primeiras coleções com blusas tricotadas à mão. Seus desenhos iniciais eram geométricos, mas em novembro daquele ano ela introduziu um design preto e branco trompe l’oeil padronizado com um colar quadrado e pica-pau vermelho que surpreendeu um comprador americano e lançou sua carreira.

Nos próximos anos, suas ofertas evoluíram de blusas e roupas esportivas para uma linha completa de roupas. Em 1932, ela já tinha 400 funcionários produzindo entre 7.000 e 8.000 peças de vestuário por ano, no número 4, da Rue de la Paix. Esses projetos iniciais, embora mais conservadores do que seus trabalhos posteriores, incorporaram sua estética peculiar e imaginativa.

elsa-schiaprelli-moda-surreal-surrealismo-surrealista 4

Vestido Lagosta – desenhado com a colaboração de Salvador Dali

As roupas e acessórios que ela criou entre meados da década de 1930 e 1940, quando ela colaborou com os artistas surrealistas Jean Cocteau, Salvador Dali e Leonor Fini, e continuando a inspirar-se em sua longa associação com o fotógrafo Man Ray e representam a apoteose da sua criatividade.

elsa-schiaprelli-moda-surreal-surrealismo-surrealista 5

Estudos para chapéus, incluindo o chapéu-sapato, uma peça de moda surreal que virou a peça mais icônica de Schiaparelli

elsa-schiaprelli-moda-surreal-surrealismo-surrealista 6

Enfatizando ainda a teatralidade surrealista da roupa desse período, Schiaparelli organizou algumas delas em coleções temáticas – “Pare de olhar e escutar” em 1935, “Música” e “Paris 1937″ em 1937, “Zodíaco”, “Pagan” e “Circus” em 1938, e “Commedia dell ‘Arte” em 1939.

Como resultado de ter vivido por um longo período na América, Schiaparelli foi particularmente sintonizada com a indústria da moda americana e as preferências estilísticas e utilitárias da mulher americana de classe média alta. Essa conexão lhe serviu financeiramente. Embora apenas alguns de seus clientes usariam seus desenhos mais escandalosos, ela poderia vestir estilos um pouco menos aventureiros através de seus muitos arranjos comerciais com grandes lojas americanas e lojas especializadas. Antes da Segunda Guerra Mundial, como relatou o New York Sun em 1940, a produção de suas oficinas no número 21 da Place Vendôme, onde ela havia se mudado em 1935, cresceu para 10 mil peças por ano.

A francesa de origem italiana Couturière Elsa Schiaparelli é mais conhecida pelas bravatas com uma certa hostilidade desenfreada, às vezes perturbando a originalidade de sua obra.

elsa-schiaprelli-moda-surreal-surrealismo-surrealista 7

Enquanto suas contemporâneas Gabrielle Chanel e Madeleine Vionnet definiam os padrões do período de gosto e beleza no design de moda. A convenção de Schiaparelli falhou em um seguimento de um estilo mais íntimo.

Shiaparelli ia além, acreditava que a moda e a arte podiam sim, andarem juntas. Mas aprendeu que apesar de seu estilo ser “interessante”…ele não sobreviveu.

Para sua época, e até hoje, Schiaparelli foi e é genial! Sua moda surreal foi além do seu tempo. Surpreendente!

Em 1954, a Casa de Schiaparelli declarou falência e  ela aposentou-se, passando a maior parte do seu tempo na Tunísia, onde ela tinha uma casa. Morreu em Paris aos oitenta e três anos. Em 1973.

Fonte e fotos: The Met

Calças Pantalonas e Pantacourt: looks confortáveis e elegantes

Para o verão 2017 as calças pantalonas estão entre os principais destaques! Elas vêm com modelagens mais amplas e tecidos fluidos com cintura no lugar ou cintura alta.

Os modelos clochard ou cenoura, que tem o quadril solto e vai se afunilando na perna, também apareceram com muita força. Uma das principais características dessa calça são as pregas abaixo do cós. Já a calça jogger, trouxe o conforto de um estilo mais esportivo e despojado.

As pantacourts, pantalonas de pernas curtas que ganharam status de peça statement prometem ser a grande estrela do verão 2017. Também aparece em versões mais curtas, que lembram as bermudas femininas dos anos 90 e acabaram por alavancar as calças mais curtas e os modelos cigarrete.

Elas proporcionam looks mais confortáveis, elegantes e ao mesmo tempo descolados, que são perfeitos para executivas e looks de trabalho em geral!

Confira looks inspiradores.

look1

Destinos para curtir o Outono no Brasil

Mesmo sendo conhecido mundialmente pelas suas belas praias e clima ensolarado, o Brasil não vive apenas de verão o ano inteiro. Se você está procurando viagens mais tranquilas e lugares não tão abarrotados de gente, o outono é a estação ideal para fazer as malas. Veja abaixo destinos ideais para serem visitados no mês de outono.

1. Petrópolis – RJ

PetrópolisRJ-545x545

A apenas 65 km do Rio de Janeiro é possível encontrar resquícios dos tempos de monarquia no Brasil. A cidade de Petrópolis, conhecida por seu clima mais ameno, feiras e museus, é uma ótima opção para os meses de abril e maio. Não deixe de visitar o Museu Imperial, que guarda mobília, carruagens e objetos da família real, o Palácio Quitandinha e a Catedral de São Pedro de Alcântara.

2. Poços de Caldas – MG

Poços-de-Caldas-545x409

Um clima de interior mais genuíno se encontra na cidade mineira de Poços de Caldas. Acredita-se que a cidade tenha sido erguida sobre um vulcão. Em função disso, a região é conhecida pelas suas águas termais e medicinais. A cidade oferece uma boa infraestrutura de hospedagem e gastronomia para agradar a todos os bolsos.

3. Curitiba – PR

Curitiba-545x246

Conhecida pelas suas belas áreas verdes e pelo clima ameno, Curitiba é sem dúvida uma das capitais brasileiras que mais combinam com o outono. A cidade é modelo em planejamento urbano e uma das mais sustentáveis do país. Além da alta qualidade de vida, Curitiba também oferece aos turistas várias atrações. Além dos parques e do lindo Jardim Botânico, visite a famosa Ópera de Arame, o Museu Oscar Niemeyer e o centro histórico.

4. Pantanal – MT e MS

Pantanal

Não podíamos deixar o Pantanal de fora da lista dos melhores lugares para curtir o outono no Brasil. O motivo? A diversidade animal do Pantanal rendeu o título de Patrimônio Natural Mundial da Unesco ao lugar e, é durante o período de seca, que esses animais se aproximam dos rios para beber água. Assim, fica mais fácil observar de perto crocodilos, onças, jacarés e tantos outros animais selvagens.

Além dos animais pantaneiros, uma visita à região propõe aos turistas uma imersão incrível em uma das faunas mais ricas do mundo. Entre as atrações mais populares, um passeio de canoa, cavalgadas e caminhadas em florestas de uma beleza indescritível. Tudo para ficar ainda mais próximo da natureza selvagem.

5. Gramado – RS

Gramado-Créditos-Cleiton-Thiele

A cidade é conhecida tradicionalmente como um dos destinos mais desejados durante o inverno. Com o frio, chegam também os turistas, o que inevitavelmente aumenta os preços das passagens e hospedagens. Pensando nisso, o outono se torna uma ótima opção para o turista que quer curtir o friozinho da serra gaúcha, mas procura por preços mais acessíveis.

As opções de passeio em Gramado são muitas, depende do que você deseja para a sua viagem. Se você procura por um programa mais familiar, invista em passeios em centros de diversão como o Snowland, primeiro parque de neve das Américas, onde é possível até esquiar. O Lago Negro é uma boa pedida para os amantes da natureza. Já para aqueles que amam uma boa gastronomia, a cidade é um prato cheio. Esses e outros atrativos fazem de Gramado um dos melhores lugares para curtir o outono no Brasil.

6. Serra Negra – SP

Serra-Negra

Se você procura por sossego no outono, Serra Negra é o lugar ideal. A pacata cidade fica a 140 km da capital São Paulo, na região conhecida como Circuito das Águas. Serra Negra é uma boa opção de viagem de final de semana perto de São Paulo, com diversas opções de lazer sem gastar muito.

Comece o passeio andando de teleférico. O trajeto tem 1400 metros de extensão e dura aproximadamente 15 minutos. O ponto mais alto que o teleférico passa é o Pico do Fonseca, que abriga a estátua do Cristo Redentor de Serra Negra. Há ainda propriedades rurais que ficam abertas à visitação e que apresentam aos turistas os processos de fabricação artesanal de queijos, iogurtes, vinhos e derivados da cana-de-açúcar.

Se você quiser se aventurar, vá até o Alto da Serra, o ponto mais alto da cidade, que descortina cerca de 10 cidades da região. O lugar oferece uma das mais belas vistas de Serra Negra, por isso reserve um final de tarde para ver o pôr do sol de lá!

7. Campos do Jordão – SP

camposdojordao_f_019-1

A nossa querida “Suiça” brasileira fica ainda mais bonita nessa época gostosa do ano, quando o clima fica super agradável, pois fica levemente frio e chove pouco. As ruas ficam cobertas por folhas de árvores, que permeiam todas as ruas de Campos do Jordão. A vegetação do local é outra coisa que chama a atenção dos visitantes, pois lembra muito a de cidades europeias, sendo um cenário bonito e excelente para tirar belas fotos. As folhas ficam com tons de amarelo, verde e vermelho, dando um toque especial à paisagem. Ah, e se quiser “esquentar” o passeio, dê uma passadinha em um dos cafés ou bistrôs da cidade, pois lá você irá encontrar deliciosas xícaras de chocolate quente (é irresistível).

Escolha seu lugar preferido e boa viagem!

Looks para a chegada do Outono

O outono finalmente chegou, e já podemos esperar dias mais frescos daqui pra frente (Eba!). Já o friozinho, esse ainda vai demorar um pouco, principalmente aqui no Rio. :(

Enquanto isso, o ideal é aproveitar para usar peças com clima de meia-estação, como nos looks abaixo, que apresentam vestidos em tecidos leves e estilosos. As estampas vem inspiradas no animal print e florais, trazendo um charme especial ao look. Confira!

look1

look2

10 lugares incríveis no mundo para andar de bicicleta

bike1

Andar de bicicleta, além de fazer bem, pode ser extremamente prazeroso. Nada melhor do que fazer isso enquanto se viaja pelo mundo. Preparamos uma pequena lista com sugestões de alguns lugares onde os ciclistas se sentirão ainda mais bem-vindos.

1. Orla da Zona Sul no Rio de Janeiro

bike2

O Rio de Janeiro é a cidade com o maior número de ciclovias do Brasil: são 350 km de pistas exclusivas, perdendo apenas para Bogotá no continente americano. Poucas paisagens urbanas do mundo se comparam à beleza da mistura de mar e montanha encontrada no Rio.

2. Os canais de Amsterdã

bike3

A capital mundial da bicicleta continua firme como um dos melhores destinos turísticos dos ciclistas. Praticamente todas as ruas da cidade possuem ciclovias, ainda que todas estejam sempre cheias. Amsterdã é um dos poucos locais do mundo onde existe trânsito de bicicletas.

3. Ande sobre o Rhône em Lyon

bike4

A cidade francesa de Lyon inventou o sistema de aluguel de bicicletas que hoje existe pelo mundo inteiro. Um dos maiores destaques deste local são as centenas de quilômetros de ciclovias que percorrem a extensão de seus dois rios: o Rhône e o Saône.

4. Viaje pela Carretera Austral no Chile

bike5

A Carretera é uma enorme estrada não pavimentada que corre por quase 1000 quilômetros de norte a sul do Chile. Ela perpassa alguns dos locais mais belos da América Latina, incluindo lagos, montanhas e geleiras. A rota só fica aberta durante o verão, já que pode ser coberta facilmente pela neve.

5. Evite subidas no Salar de Uyuni

bike6

O Salar de Uyuni é o maior deserto de sal do mundo. Localizado na Bolívia, sua principal característica é a ausência de qualquer tipo de declive. O chão de sal funciona bem com as rodas da bicicletas e é uma paisagem totalmente diferente de qualquer outra coisa.

6. Visite toda a ilha de Páscoa de bicicleta

bik7

A ilha de Páscoa é um dos lugares mais encantadores do mundo, com seus misteriosos e gigantescos Moai. Existe uma trilha de terra batida para bicicletas que circula por toda a região e passa por todas as estátuas famosas da ilha.

7. Conheça os castelos do Vale do Loire

bike8

O Vale do Loire fica no coração da França e é uma região idolatrada pelos seus palácios suntuosos. Ainda que nem todas as rodovias do Loire sejam feitas para bicicletas, todos os motoristas são respeitosos o suficiente para garantir que esse seja um dos melhores passeios da sua vida.

8. Corra nas trilhas de terra batida de Angkor

bike9

Uma das construções mais belas do mundo é, sem dúvidas, o templo de Angkor no Camboja. A região é repleta de pequenas trilhas de terra batida que são perfeitas para explorar os diferentes templos locais.

9. Percorra Copenhague de bike

bike10

Copenhague é considerada uma das melhores cidades para se andar de bicicleta no mundo, com uma estrutura praticamente ideal. Mais da metade das rodovias da cidade possuem faixas para ciclistas, e a beleza da cidade apenas ajuda a tornar essa viagem ainda mais atrativa.

10. Volte à década de 50 em Havana

bike11

Havana possui menos estrutura para ciclistas do que outras cidades na lista, mas suas largas ruas, repletas de carros antigos, costumam dar muito espaço para bicicletas. Uma das capitais da prática na América Latina, Havana tem muito a oferecer a todos os seus ciclistas.

5 alimentos que não podem faltar na sua mesa durante o verão

verao1

Quando pensamos em alimentação e verão, logo vem à nossa mente comidas leves, de fácil digestão, que nos ajudem na hidratação e facilitem a redução ou manutenção do peso.  Alguns alimentos são imprescindíveis ao corpo durante a estação de maior calor, por causa da incidência solar na pele e porque é preciso fortalecer o processo proteico.

As altas temperaturas do verão exigem muito mais do organismo. Por isso, o cardápio deve incluir alimentos ricos em proteínas e que sejam benéficos para a pele. A seguir algumas opções que devem estar presentes à mesa nessa estação do ano. Confira:

1 – Cenoura

cenoura1

Fonte de vitamina A, as cenouras são naturalmente ricas em betacaroteno, um aliado da saúde da pele, que fica tão exposta nesse período. Segundo a nutricionista, Patrícia Cruz, a cenoura é bem-vinda crua, cozida ou na forma de saladas e até como ingrediente de sopas frias.

2 – Peixes

peixe

Os peixes são fonte de proteínas de fácil digestão e exigem preparo que leva pouca gordura — que é outra dica importante para essa época do ano.

3 – Frutas ricas em água

melancia

As frutas com alto conteúdo em água, como o abacaxi, a melancia e o maracujá, além de serem refrescantes, são pouco calóricas, ricas em vitaminas e minerais e ideais para quem deseja manter a forma. As frutas devem ser ingeridas — de preferência — em pedaços e mastigando sempre, já que, dessa forma, seu consumo pode trazer mais saciedade e maiores benefícios das fibras.

4 – Chá verde

CHA

Rico em catequinas, o chá verde auxilia na hidratação do organismo e evita o inchaço. As  nutricionistas conselham que ele seja consumido quente ou gelado ao longo de todo o dia.

5 — Chia

chia

Fonte de ômega 3, a chia auxilia no combate à celulite e também no bom funcionamento intestinal, por ser fonte de fibras, ajudando a barriga a ficar sequinha. Patrícia explica que as sementinhas são bem versáteis na sua utilização e podem ser adicionadas às saladas de folhas, às frutas e aos pães.

Para completar, use sempre o protetor solar e curta bastante o verão! ;-)

Exposição com esculturas feitas de LEGO chega ao Rio de Janeiro

the-art-of-the-brick-credito-divulgacao-13-limonadaetc789

A mostra que revisita ícones da arte e da cultura pop em esculturas sensacionais feitas de blocos LEGO finalmente chegou ao Brasil. The Art of the Brick passou por São Paulo, entre agosto e outubro, onde foi vista por mais de 180 mil pessoas, e agora está no Rio de Janeiro, no Museu Histórico Nacional até o dia 15 de janeiro.

The Art of the Brick é uma exposição que apresenta oitenta e três esculturas impressionantes em um novo gênero: obras de arte excepcionais, em ambientes simplesmente de tirar o fôlego, criadas com mais de um milhão de blocos LEGO.

Sejam reais ou imaginários, os personagens e objetos criados pelo artista Nathan Sawaya são surpreendentes e a mostra promete deixar os visitantes fascinados. Esta exposição itinerante é uma das mais extraordinárias e inovadoras das últimas décadas, atraindo pessoas de todas as idades.

theartofthebrick-nathan-working-in-studio2

The Art of the Brick também conta com um aplicativo sobre a exposição. Nele, você encontra um audioguide da exibição com diversas informações sobre as obras de Nathan Sawaya, além de ser possível interagir com a exposição. O aplicativo já está disponível para sistemas Android e IOS.

“Eu uso esses brinquedos como meio, porque gosto de ver a reação das pessoas à arte criada a partir de algo com o qual estão familiarizados. Todo mundo pode relacionar-se com isso, uma vez que é um brinquedo que muitas crianças têm em casa e com o qual os adultos têm uma ligação sentimental. Também me seduz o aspecto clean desse material, os ângulos retos, as linhas distintas. Como tantas outras coisas na vida, é uma questão de perspectiva. De perto, a forma do bloco é distinta. Mas, de longe, esses ângulos retos e linhas fixas podem mudar para curvas”, explica Sawaya.

The Art Of the Brick – Rio de Janeiro
Temporada?
De 17 de novembro a 15 de janeiro
Onde? Museu Histórico Nacional (Praça Mal. Âncora, s/n – Centro)
Horário? De terça a domingo, das 10h às 17h30 (fechado às segundas)
Quanto? R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada)
Classificação? Livre

Vendas? de 7 a 16 de novembro apenas pela internet.
À partir de 17 de novembro, vendas pela internet e na bilheteria do Museu Histórico Nacional (Praça Marechal Âncora, s/nº)
Bilheteria do Museu: de terça a domingo, das 10h às 17h
Vendas no site: www.ingresse.com.br
Redes Sociais? Instagram e Facebook
www.expo-theartofthebrick.com.br 

A cor da sua roupa influencia no seu dia a dia

pantone

Todo mundo sabe que as cores são capazes de mudar nosso humor e até mesmo o nosso dia a dia, afinal, elas transmitem vibrações e sensações. Escolher a cor que vai predominar no seu visual, vai determinar como você ficará durante o seu dia.

Confira algumas dicas de especialistas em estudos astrais sobre a influência das cores no seu dia a dia:

VERMELHO

A cor vermelha representa coragem e alegria, além de estar muito ligada às fortes emoções do amor e da paixão.

Use roupas vermelhas quando quiser passar a ideia de que está confiante e que sabe assumir o controle das situações. É uma boa cor para ser usada em entrevistas de emprego, por exemplo.

AMARELO

Além de significar inteligência e sabedoria, o amarelo ainda transmite entusiasmo, sendo uma ótima opção para quando você precisa manter o pique durante dias mais cansativos.

Ótimo para chamar atenção, principalmente em ambientes mais sérios e intelectuais, portanto é uma boa escolha no ambiente de trabalho.

VERDE

Equilíbrio e tranquilidade são as principais características da cor verde, por isso ela ajuda na harmonia entre as emoções, o corpo e a mente.

Usar roupas verdes em momentos de tomar uma decisão pode ajudar a conseguir um melhor resultado, já que a cor traz equilíbrio.

AZUL

Relacionada ao relaxamento, a cor azul traz serenidade está muito ligada à intuição e à percepção das coisas fora do senso comum.

Por facilitar a aproximação de pessoas, usar a cor azul em festas e reuniões com amigos é uma boa opção.

VIOLETA

O principal significado da cor violeta é a transformação. Ela ajuda a transformar o clima negativo em positivo, pois está diretamente ligada à evolução espiritual.

Use peças ou acessórios violetas sempre que não estiver satisfeita com alguma situação e desejar uma mudança. Ela faz as coisas ficarem mais agradáveis.

BRANCO

O branco também representa equilíbrio, mas está muito ligado à espontaneidade e naturalidade, facilitando a integração entre as pessoas e transmitindo serenidade.

Geralmente quando o figurino inteiro é branco a pessoa pode acabar passando despercebida. Porém, se apostar em alguns elementos você consegue um resultado sereno e relaxante.

PRETO

A cor preta é misteriosa. Ao mesmo tempo em que passa a ideia de seriedade, transmite um pouco de reclusão e isolamento.

Roupas pretas podem mostrar que você não se abre com facilidade e aumentar a tristeza. Fuja de looks inteiros nessa cor se já está triste ou mauhumorado, pois seu humor só vai piorar.

BEGE

O tom bege está relacionado à neutralidade e distanciamento, por isso também pode ser ligado à falta de comunicação nas pessoas.

Se quiser passar a impressão de que não está a fim de muito papo em um determinado dia, invista no bege. Mas procure não utilizá-lo se precisa interagir com outras pessoas.

CINZA

O cinza está muito ligado à insatisfação e tristeza. Enquanto o cinza claro está mais ligado à transição de emoções, o cinza escuro pode trazer a ideia de medo.

Se está se sentindo pressionada, nem passe perto de peças da cor cinza. Looks inteiros nessa cor aumentam a tristeza e mostram que você está insatisfeita com sua aparência.

MARROM

Ligada à responsabilidade, a cor marrom também representa a relação com dinheiro, família e emoções. Contém uma mistura entre o negativismo do preto e o lado impulsivo do vermelho.

Usar peças marrons é uma boa dica para quando você precisa resolver problemas mais complicados, reuniões de negócios ou tomar a liderança de uma situação.

LARANJA

O laranja é a cor da alegria! Animação, transformação e energia estão ligadas a esse tom, que também ajuda a afastar o estresse.

Se estiver meio pra baixo, invista em alguma peça ou acessório laranja. Além de vitalizante e antidepressiva, a cor traz um pouco do elemento da paixão do vermelho para o seu dia.

ROSA

Sempre associado ao amor e carinho, o rosa traz delicadeza e está diretamente ligado às relações emocionais.

Não é preciso estar completamente apaixonado para usar peças rosas. Basta estar (ou querer ficar) de bem com as pessoas com quem você se relaciona durante o dia. Mas se também quiser demonstrar o seu lado romântico, invista no rosa.

DOURADO

Sabia que a cor dourada está ligada ao coração? Pois é, além de carregar a vibração do amarelo, ela estimula o afeto e o amor.

Elementos dourados na produção são nobres e trazem a ideia de poder e glamour, geralmente associados ao ouro. Quer se sentir poderoso? Vá de dourado!

PRATA

A cor prata tem na lua sua inspiração. Está muito ligada ao mundo espiritual e à busca por uma maior interiorização.

Se você deseja um tempo para aumentar a busca interior, escolha peças e acessórios pratas para compor seu look. Ela também é uma cor indicada para quando você precisar acelerar projetos e pesquisas.

Fonte: Guia Astral.

Vitrine da semana fresquinha

Mais uma vitrine fresquinha da semana no ar! Confira as novidades! :)

look1 look2 look3